Crescimento Inteligente, Sustentável e Inclusivo

Versão de impressão

«CRESCIMENTO INTELIGENTE, SUSTENTÁVEL e INCLUSIVO - na estratégia Europa 2020»

  • Realizou-se de 6 a 8 de junho de 2014, em S. Roque – Oliveira de Azeméis - Portugal, um Seminário de formação promovido e organizado pela LOC/MTC – Liga Operária Católica/Movimento de Trabalhadores Cristãos.  Este Seminário contou com a participação de membros da LOC/MTC, JOC, PO, de Portugal, da HOAC e ACO de Espanha, do KAB da Alemanha, do KWB da Bélgica e do EZA – Centro Europeu para os Assuntos dos Trabalhadores e Base-FUT. Estiveram presentes, Herminio Loureiro e Gracinda Leal, Presidente e Vereadora da Cultura e da Ação Social, da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis. .... 
  • .. Todavia, as consequências da precarização laboral e do desemprego massivo e estrutural na vida dos trabalhadores, em resultado da crise, são bem conhecidas pelos próprios e as suas famílias. O desemprego, que atingiu números inaceitáveis, a baixa de salários e de apoios sociais, o empobrecimento, a exclusão social, a fome, a insegurança, a tristeza, o medo, a falta de esperança e até o suicídio, são causas e sentimentos que atormentam grande parte dos trabalhadores, principalmente os mais desfavorecidos. Isto leva à sua descapacitação... 
  • ...  Foram apresentados alguns dados sobre a situação laboral em 4 países da Europa:  A Bélgica tem uma taxa de desemprego crescente, atingindo já 8,7%. Mais acentuada nos jovens, que os afeta já em 24,5%. A taxa de emprego é de 73% nos homens e 66% nas mulheres. A existência de 3 regiões, com situações muito diversas: Bruxelas, Flandres e Valónia em que o desemprego varia de 19,5%, 11,4% e 5,3%, respetivamente. A situação social é mais difícil em Bruxelas e Valónia, contudo a pobreza é mais sentida na Flandres onde 25% das crianças pertencem a famílias que vivem abaixo do limiar da pobreza.  Na Alemanha, entre aquilo que se diz e o que...

Ler conclusões