EDUCAÇÃO para a CIDADANIA - Conferência

CEAV – CIRCULO de ESTUDOS ABEL VARZIM
Curso de Formadores

«DESENVOLVIMENTO e SOLIDARIEDADE – Uma Proposta de Educação para a Cidadania»

Módulo 2 – Conteúdos para uma proposta

O que é ser cidadão? Como ser cidadão? Que cidade? 
Conferência

2005/12/14 – Centro Nacional de Cultura

. EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA EM PORTUGAL - EVOLUÇÃO E TENDÊNCIAS ACTUAIS [1]
MANUELA MALHEIRO FERREIRA, Dr.ª

Em Portugal, como em grande número de países democráticos a problemática da educação para a cidadania tem vindo a adquirir grande importância dado o crescente papel da sociedade civil na resolução de problemas que afectam os indivíduos a várias escalas, desde a local à global. Estes problemas podem ser de ordem política, social, económica ou ambiental e implicam que todos adquiram conhecimentos, desenvolvam competências e atitudes que lhes permitam participar activamente num estado democrático. Não se trata, obviamente de uma cidadania baseada unicamente numa democracia representativa, mas sim de uma cidadania baseada numa democracia participativa de todos os cidadãos informados e livres.

            Deste modo, a educação para a cidadania constitui actualmente uma das principais finalidades do Sistema Educativo Português, mas uma análise de documentos oficiais recentes, emanados de vários departamentos do Ministério da Educação, permite verificar que não apresentam uniformidade de concepções no que diz respeito a cidadania educação para a cidadania, assim como não apresentam linhas clarificadoras de como os professores poderão promover a educação para a cidadania na sua prática pedagógica.

Antes de abordarmos a problemática da educação para a cidadania na Escola Portuguesa, vamos referir brevemente a evolução do conceito de cidadania e dar alguns exemplos que evidenciam que existe uma diversidade de concepções sobre cidadania e educação para a cidadania.

Ler conferência

 

[1] In Revista “Discursos”, III.ª Série (Junho 2001), p.p. 59-66, Lisboa, Universidade Aberta